Meu Metro Quadrado

7 perguntas que te ajudam a decidir o que consertar na hora de vender seu imóvel

3 de junho de 2019


Quando tomamos a decisão de venda de um imóvel escolher quais os reparos e mudanças fazer e que podem dar um acréscimo no valor e/ou uma maior velocidade de venda não é uma tarefa muito  fácil.

Cada casa é um caso, e cada proprietário também.

Aqui na Metro, contamos com uma Equipe que pode ajudar você desde o DESMONTA, até algumas intervenções estéticas com o MEU DESIGN.

Para dar uma facilitada na decisão do que consertar ou melhorar, bolamos sete perguntas para serem feitas ao preparar sua casa para venda.

As três primeiras perguntas tem a ver com o MERCADO e ajudam a tirar uma temperatura de como está o mercado na sua cidade ou micro região.

1.Quão aquecido está o mercado em sua área?

Há quanto tempo os imóveis estão no mercado? Os anúncios tem vendido rapidamente ou estão se alongando no mercado por meses? Estão sendo vendidos pelo preço de anúncio ou bem abaixo?

A Equipe da Meu Metro pode te ajudar com as métricas de avaliação e de qual o tempo médio de venda dos imóveis naquela região.

Se o mercado estiver aquecido, um mercado vendedor como dito no jargão, talvez você consiga vender seu imóvel pelo preço esperado SEM fazer as modificações ou reparos necessários. Já num mercado pouco aquecido, mercado comprador, talvez seja mais interessante investir algum tempo e $ pra fazer uma boa impressão.

2. Quão rápido você quer vender?

Se você quer vender um imóvel rápido é do seu maior interesse fazer tudo o que for possível para vendê-lo no menor tempo possível e no melhor preço possível. Se você não tem disponibilidade de fazer todos os reparos ou atualizações necessárias, foque numa limpeza pesada e algumas alterações bem superficiais como uma pintura.

3. Qual a condição do seu imóvel em comparação aos concorrentes?

AP0593 Apartamento The View | 3 suites | 2 vagas

Se seu imóvel acabou de entrar no mercado, é sempre interessante conhecer quem são os concorrentes. Aqui no Brasil não temos o costume do open house, mas faça uma pesquisa criteriosa na internet e fale com um corretor de nossa Equipe. Tem MUITA coisa anunciada há muito tempo e isso normalmente significa preço errado. Se for para entrar, entre com um preço equilibrado entre o que oferece e seja a melhor opção no mercado.

As próximas três perguntas são sobre consertar ou não, eis a questão.

4. Se você não consertar esse item vai dar a impressão de que o imóvel não foi bem mantido?

CA0073 – Casa Cotton 3 suites | Jurerê Internacional

Então conserte. Vazamentos nas áreas úmidas, janelas emperradas, pequenas infiltrações, pinturas queimadas ou descascando ou qualquer outra coisa que não estiver funcionando salta aos olhos dos compradores de imediato.

5. Dá para remodelar de um jeito mais barato?

Cozinha e banheiros são normalmente os cômodos que mais denunciam a idade de um imóvel. Se a maioria dos seus concorrentes oferece uma cozinha OK e a sua demanda algum investimento, que tal fazer algumas pequenas mudanças cosméticas como, no caso das cozinhas, o polimento das pedras, troca ou pintura dos revestimentos e atualização dos armários aproveitando a modulação.

6. Se você não fizer tais reparos ou atualizações, quanto isso impacta no preço?

Se seu imóvel tem algumas manutenções que são de alto valor e ele já está no mercado, talvez seja interessante rever o preço e lembrar que além do preço mais baixo, tem o custo de oportunidade – ou seja seu possível comprador vai barganhar o custo da reforma MAIS todo tempo, esforço e risco de executá-lo

7. O item a ser consertado salta aos olhos do comprador?

Primeiras impressões são importantíssimas! O item em questão é uma das primeiras coisas que o potencial comprador vê quando entra no imóvel? Então conserte!

Essas são as dicas principais de quem está no front do mercado e escuta opiniões e lê reações diariamente nas visitas. Converse com nossa Equipe que podemos te ajudar, desde a preparação até a venda.

DESMONTA | MEU DESIGN INTERIORES

E se todas as idéias não estiverem ao seu acance, dá uma olhada nas dicas que a Lu, do Desmonta, e a Fer Burgel do Meu Design, dão sobre o poder da Organização.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@meumetroquadrado